logo.jpg

O CHARME DO COBOGÓ

 

 

Pelo nome, muita gente pode até imaginar que o cobogó tem origem indígena, ainda mais porque foi criado no nordeste do Brasil. Mas, ao contrário disso, o nome tem origem das iniciais dos seus três criadores: o comerciante português Amadeu Oliveira Coimbra, o alemão Ernst August Boeckmann e o engenheiro pernambucano Antônio de es.

A ideia era criar uma vedação para paredes sem que o imóvel perdesse a luminosidade e, principalmente, a ventilação, já que estamos falando da capital pernambucana, Recife. Partindo da inspiração árabe, chamado muxarabi (treliças de madeira instaladas nas janelas), os criadores do cobogó planejaram peças feitas de cimento e encontraram, por fim, uma solução barata e eficaz, tanto que foi patenteada.

 

O ano, pasmem, é 1929! Uma arquitetura poderosa que atravessou décadas e hoje voltou como tendência na decoração, desde salas, cozinhas e até fachadas de residências. Os materiais, atualmente, também são mais diferenciados, como mármore, vidro, cerâmica e madeira.

 

Vale a pena pensar em instalar na sua casa para dividir ambientes ou, simplesmente, criar um efeito pra lá de moderno, com mais iluminação e vida para a decoração.

 

Vai de cobogó?

Liga para a Série 7 que a gente tem a solução rápida para a sua obra.

 

 

 

Fonte: Anual Design. Fotos: Pinterest

8c235628caa703e5ff673fd5a66e79ef.jpg
a214d9e910f380f9af3aa1f542e28b44.jpg
804636efb29b62dd1452f6f10a24d8fb.jpg