logo.jpg

As vantagens do Drywall

 

Até pouco tempo atrás, o drywall ainda não era uma das opções mais escolhidas na decoração e reforma de apartamentos e casas. Contudo, sua fama imigrou dos Estados Unidos para cá e, atualmente, o drywall se tornou um grande e prático aliado.

 

Vamos supor que você tenha um imóvel com um cômodo muito grande, ou esteticamente desproporcional ao que necessita para a decoração. Você pode optar por divisórias de drywall para arquitetar o espaço e pode ser em formato de parede fechada ou divisórias vazadas, que além de moderno, garantem espaço para objetos.

 

O drywall compreende uma estrutura de ambos os lados de chapas de gesso, parafusadas em perfis de aço galvanizado. Dependendo da estrutura, podem até sustentar armários.

 

Prático assim, sem estrutura de alvenaria, a opção acabou caindo no gosto do brasileiro, que pode criar diversas opções para dividir cômodos.

 

Um exemplo muito comum é quando a família ganha mais um componente. Se o quarto do primogênito ou a própria sala da casa – ou apartamento – forem grandes, o drywall é a saída que muitos proprietários encontram para criar mais um cômodo e que poderá, um dia, ser extraído sem dor de cabeça, diferentemente de uma parede de tijolos.

 

Porém, nem só de paredes o drywall constitui seu currículo. Com a praticidade do gesso, ele pode surgir em estantes, nichos de parede embutidos, camas e beliches, sofás e elementos vazados que servem como divisórias. Vai da criatividade e da necessidade do cliente.

 

Recentemente, nós utilizamos a estrutura de drywall para separar um studio de 40m² que, antes da reforma, não tinha dormitório. O proprietário optou por separar a sala do quarto e garantiu mais privacidade ao ambiente. O resultado você pode ver na galeria de fotos a seguir: